Vilankulo será uma cidade ecoturística

Trata-se de um memorando tripartido, assinado entre o conselho autárquico de Vilankulo, a Associação de Turismo local e a organização Azul Índico,  que trabalha na preservação do meio ambiente.

Ao abrigo do memorando que prevê a construção de diversas infra-estruturas socio-económicas integradas numa cidade eco turística pretende-se ainda acabar com negócios ilegais e conflitos de terra no sector do turismo.

Segundo o Presidente da Associação de Turismo de Vilankulo, Yassin Amuji, pretende-se com o plano que qualquer investidor que queira colocar o seu dinheiro naquele distrito, encontre os locais e mecanismos certos quer para a obtenção de DUAT ou qualquer outro serviço para a materialização do investimento.

O edil de Vilankulo, William Tunzine, diz que a ideia é projectar uma cidade cujas construções observam com rigor a sustentabilidade dos recursos naturais “querermos ter uma cidade que respeita os indicadores de Desenvolvimento sustentável e porque estamos num local que depende muito do mar, queremos viver de acordo com os princípios da economia azul” disse Tunzine.

Espera-se com a iniciativa, integrar as famílias de Vilankulo na economia em torno do sector hoteleiro, além de criar diversos postos de emprego.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário