TRUMP E BIDEN TROCAM ACUSAÇÕES NO PRIMEIRO DEBATE

A pouco mais de 30 dias das eleições, os candidatos à presidência dos Estados Unidos da América, Donald Trump (Partido Republicano), e Joe Biden (Partido Democrata), enfrentaram-se na noite de ontem naquele que foi o primeiro debate para as eleições.

Os ânimos elevaram-se. Biden chamou Trump de “palhaço” em mais de uma ocasião.

Sobre a reportagem do “The New York Times”, Biden questionou Trump sobre sonegação de impostos, dizendo que o valor pago pelo republicano em dois anos foi menor do que o recolhido por professores. “Eu paguei milhões de dólares em imposto de renda”, defendeu-se Trump. O candidato republicano disse, de forma bastante sincera: “Eu não quero pagar impostos”. Segundo o presidente, as brechas fiscais voltadas aos americanos ricos estão lá para serem exploradas.”

Com a questão racial nos EUA em debate, Trump e Biden trocaram acusações sobre declarações dadas e apoios recebidos de grupos. O republicano acusou o democrata de favorecer vândalos e “Antifas”, referindo-se a activistas contra o fascismo sobre quem o presidente diz ser grupos de extrema-esquerda. E o democrata relembrou quando Trump disse que “havia pessoas boas” entre supremacistas brancos que protestaram nos EUA em 2017.

Em relação à violência nos protestos, Trump repetiu o slogan de “lei e ordem”, enquanto o Biden afirmou que defende “lei, ordem e justiça”.

Na componente económica, Biden começou por dizer “ entregámos-lhe uma economia pujante e ele rebentou com tudo”. Trump respondeu: “ eu trouxe os empregos de volta ao país”

Sobre o novo coronavírus, Biden não poupou críticas ao modo com que Trump tem lidado com a pandemia.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!