Terroristas voltam a atacar aldeia Koko em Macomia

Treze (13) dias depois de ter sido alvo, pela primeira vez, da “fúria” dos terroristas, a aldeia Koko, localizada a aproximadamente 17 Km da vila-sede do distrito de Macomia, província de Cabo Delgado, voltou a ser vítima do terror “espalhado” por aquele grupo naquela região do país.

O ataque aconteceu no último domingo, entretanto, não houve vítimas mortais. À “Carta”, as fontes relataram a habitual destruição de bens da população, incluindo o incêndio das palhotas.

Relata-se ainda o saque de vários produtos alimentares, alguns dos quais doados por algumas organizações humanitárias.

Já na manhã desta segunda-feira, segundo as fontes, três supostos terroristas foram capturados pela população das aldeias Machova e Bangala II e entregues à uma unidade das Forças de Defesa e Segurança (FDS), instalada na vila de Macomia.

De acordo com os relatos, os três suspeitos são desconhecidos na região e foram surpreendidos a tomar banho num riacho muito próximo do povoado de Songeia, que dista a aproximadamente 4 Km daquela vila-sede.

A captura dos três supostos “terroristas” aconteceu depois de no domingo as autoridades naquele ponto do país terem decretado um recolher obrigatório às 18 horas, na sequência de informações postas a circular, dando conta de que os terroristas iriam atacar a vila, durante a celebração do fim do ramadão.

(FONTE: Carta)

Deixe seu comentário