Tanzânia quer cooperar na luta contra terrorismo em Moçambique.

 Tanzânia quer cooperar na luta contra terrorismo em Moçambique.

 

Em visita ao país vizinho, o Presidente moçambicano disse que Tanzânia está disponível para cooperar no combate à insurgência em Cabo Delgado. “A Tanzânia está a dizer que prefere morrer conosco”, afirmou Filipe Nyusi.
O Governo da Tanzânia, país que faz fronteira com a província moçambicana de Cabo Delgado, manifestou-se esta segunda-feira (11.01) disponível para cooperar com Moçambique na luta contra grupos rebeldes na região, informou o chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi.
“A Tanzânia está a dizer que prefere morrer conosco, não há outra alternativa. Foi isso que nós ouvimos [na visita] e isso nos encoraja”, afirmou Filipe Nyusi, falando à comunicação social em Cabo Delgado, após efetuar uma visita de trabalho ao território tanzaniano.

Cabo Delgado, uma das duas províncias moçambicanas que fazem fronteira com a Tanzânia, está sob ataque desde outubro de 2017 por insurgentes, classificados desde o início do ano pelas autoridades moçambicanas e internacionais como ameaça terrorista.

Durante a visita, Filipe Nyusi reuniu-se com o seu homólogo da Tanzânia, John Magufuli, sendo o “principal tema de trabalho a conjugação de esforços para fazer face, com eficácia, ao fenómeno do terrorismo”, bem como discutir as relações de amizade entre os dois países.

  •  
    195
    Shares
  • 195
  •  
  •  
  •  

Novidades

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!