China recusa na ONU politização da pandemia e entrar em guerras frias ou quentes