“Julgo ser de abandonar a noção de ‘Geringonça'”, defende Vital Moreira