Ameaça climática é mais grave que pandemia e sem união mundo estará “perdido”, alerta António Guterres