Dinheiro destinado às calamidades pode ser desviado, alerta o CIP