Teodato Hunguana assume que houve violações ao Acordo Geral de Paz