Tribunal de Londres marca para janeiro nova audiência do caso das “Dívidas Ocultas”