Surto em Mora com 42 casos; Pelo menos 770 mil mortos no mundo

Os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

Portugal contabiliza um total de 1.778 vítimas mortais e 54.102 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. O último boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, este domingo, dá conta de 121 infetados e três mortes nas últimas 24 horas.

região Norte foi ontem, pela primeira vez em três meses, a região do país que mais novos casos registou, ultrapassando Lisboa e Vale do Tejo, a mais fustigada nos últimos tempos.

vacinação voluntária em massa na Rússia contra a Covid-19 deverá ter início dentro de um mês, anunciou este domingo o diretor do Centro de Microbiologia e Epidemiologia GamaleyaAlexandr Ginzburg.

Também a China aprovou a primeira patente de uma candidata a vacina contra a Covid-19, que pode “ser produzida em massa num curto período de tempo” e que “é rápida e fácil de preparar”.

Venezuela voltou hoje à quarentena estrita, depois de registar, durante seis dias consecutivos, mais de 1.000 casos diários de Covid-19. “Começa uma nova fase de quarentena ‘radical’ [estrita], consciente, coletiva e voluntária, que durará sete dias”, anunciou o Presidente da Venezuela.

Os Estados Unidos, o Brasil, a Índia e a Rússia são, por essa ordem, os países com mais casos confirmados pelo SARSCoV-2.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

13h08 – Pelo menos 770 mil mortos e mais de 21 milhões de infetados no mundoA pandemia do novo coronavírus já causou a morte a pelo menos 770.429 pessoas e infetou mais de 21 milhões em todo o mundo, desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, baseado em dados oficiais.

12h57 – Hong Kong prolonga medidas. As medidas de distanciamento social – incluindo as restrições em serviços de restauração e o uso obrigatório de máscaras – será prolongado até, pelo menos, dia 25 de agosto em Hong Kong, divulgaram as autoridades de saúde.

12h35 – Líbano enfrenta aumento de casos. As autoridades médicas libanesas pediram hoje um confinamento de duas semanas para conter a pandemia de Covid-19 no país, que enfrenta um aumento dos casos do novo coronavírus após a explosão no porto de Beirute no dia 04.

No domingo, o Líbano registou 439 novos casos de vírus e seis mortes. As novas infeções elevaram para 8.881 o número total de casos no país, de cinco milhões de habitantes, onde a Covid-19 já matou 103 pessoas.

12h04 – Surto em Mora. Subiu para 42 o número de infetados por Covid-19 no concelho de Mora, no Alentejo, avança a RTP. Isto representa um aumento de três casos face à última atualização, divulgada no domingo.

11h59 – Os sintomas da Covid-19 tendem a aparecer nesta ordem:

  • Febre
  • Tosse
  • Dores musculares
  • Náuseas e/ ou vómitos e diarreia

Clique aqui para entender as conclusões de um novo estudo, realizado por cientistas da University of Southern California.

11h25 – Atualização em África. O número de mortes causadas pelo vírus SARSCoV-2 no continente africano nas últimas 24 horas foi de 281 e houve mais 9.977 infetados, tendo mais 10.648 sido declaradas como recuperadas.

11h12 – Passageiros nos aeroportos em junho? Em junho de 2020, nos aeroportos nacionais registou-se o movimento de 318,2 mil passageiros, representando um decréscimo de 94,6% (-98,5% em maio). O movimento de carga e correio totalizou 7,5 mil toneladas, correspondendo a uma diminuição de 54,1% (-55,5% em maio).

11h06 – Regularizar propinas? Os estudantes com propinas em atraso por causa da pandemia do novo coronavírus podem liquidar os valores em falta através de prestações iguais e mensais, sendo que o montante nunca poderá ser inferior a 10% do indexante de apoios sociais, que este ano é de 438,81 euros, de acordo com uma portaria publicada esta segunda-feira em Diário da República.

10h47 – Ministro filipino testa positivo à Covid-19. O ministro do Interior filipino, Eduardo Ano, testou novamente positivo para o novo coronavírus cinco meses após ter sido diagnosticado, disseram hoje as autoridades, que estão a tentar determinar se foi novamente infetado.

10h23 – Apoio a pequenas e médias empresas em Macau. Governo de Macau já injetou mais de sete mil milhões de patacas (740 milhões de euros) em programas de apoio às pequenas e médias empresas (PME) devido à crise causada pela pandemia, anunciaram hoje as autoridades.

10h10 – Pastor testa positivo. pastor sul-coreano conservador Jun Kwanghun testou positivo para o novo coronavírus, disseram hoje as autoridades sanitárias da Coreia do Sul, dois dias depois de o religioso participar numa manifestação antigovernamental em Seul que atraiu milhares de pessoas.

09h33 – Mais de 170 mil mortes nos EUA. De acordo com a contagem da Reuters, os Estados Unidos ultrapassaram ‘a barreira’ das 170 mil mortes pelo novo coronavírus, com as autoridades de saúde a manifestarem preocupação sobre a chegada do outono, devido à gripe.

09h14 – O pedido de Bruxelas. A Comissão Europeia enviou uma carta aos Estados-membros, no início deste mês, a pedir que mantenham as fronteiras abertas e que atuem de forma coordenada, de acordo com a missiva, com quatro páginas, divulgada pela Associated Press e citada pelo El País.

“Devemos garantir que a UE esteja pronta para surtos, mas ao mesmo tempo evitar uma segunda onda de ações descoordenadas nas fronteiras internas”, escreveu Bruxelas.

09h04 – “Informação oficial” deve sobrepor-se. O investigador Jorge Bravo, que encontrou “inconsistências” em bases de dados internacionais sobre a Covid-19, reforça a importância da “informação oficial e validada” se “sobrepor à outra informação que vai circulando”, pedindo mais rigor.

09h03 –  Imprecisões em bases de dados sobre novo coronavírus. Uma análise às bases de dados da OMS, do Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças e do Centro Chinês para o Controlo e Prevenção de Doenças mostrou “bastantes inconsistências” nos dados relativos à Covid-19.

Uma notícia avançada pelo Público no domingo dá conta de “erros e discrepâncias” entre as plataformas da Organização Mundial da Saúde, o Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças e do Centro Chinês para o Controlo e Prevenção de Doenças, que agregam os dados das infeções pelo novo coronavírus de vários países, com, por exemplo, introdução de números negativos nos registos, ou datas que não coincidem.

À Lusa, o investigador Jorge Bravo, que juntamente com Afshin Ashofteh realizou o artigo publicado na revista da Associação Internacional de Estatística Oficial, Statistical Journal, explicou que foram encontradas “bastantes imprecisões, bastantes inconsistências entre as três grandes bases de dados”.

09h02 – Milhares de membros de uma igreja protestante em Seul foram colocados em confinamento, anunciaram hoje autoridades sul-coreanas, após o surgimento de surtos de Covid-19 relacionados com comunidades religiosas.

08h46 – Reforço nos lares. O Governo quer reforçar os recursos humanos nos lares por causa da pandemia. A ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, disse que o objetivo é colocar 15 mil pessoas no setor social até ao final do ano, destacando um programa do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) criado para o efeito. Saiba aqui como funcionam os apoios.

08h30 – Eis os critérios para a orientações e normas da Direção-Geral da Saúde (DGS). Através de uma publicação no Twitter, a DGS partilhou os seus critérios para as orientações e normas no combate à pandemia do novo coronavírus.

  • a situação epidemiológica;
  • a resposta a medidas adoptadas;
  • considerando contributos de várias áreas;

 

08h24 – Coreia do Sul alerta para crise iminente. O país alertou, esta segunda-feira, para uma crise iminente do novo coronavírus, devido ao aumento de surtos, incluindo um ligado a uma igreja, onde mais de 300 membros da congregação foram infetados.

08h22 – Atualização na Alemanha. O país reporta esta segunda-feira mais 561 novos casos de infeção detetados nas últimas 24 horas, uma descida em relação ao dia anterior pela segunda vez, depois de se terem contabilizado 625 novos casos no domingo.

O total acumulado de casos de infeção no país é agora de 224.014. Foi ainda registada uma morte no último dia, fixando o número total em 9.232.

08h20 – Correu 35 km com máscara para provar que não causa hipoxia. Um médico britânico correu quase 35 quilómetros com uma máscara para provar que esta proteção facial não prejudica os níveis de oxigénio. Durante a corrida, Tom Lawton utilizou um oxímetro de pulso (aparelho que normalmente é colocado no dedo e que mede a saturação do oxigénio nas células vermelhas) para ir monitorizando os níveis de oxigénio.

08h17 – Bolívia ultrapassa os 100 mil casos.  O país ultrapassou os 100 mil casos de infeção pelo novo coronavírus este domingo, reportou o Ministério da Saúde, prevendo que o pico da doença na Bolívia seja atingido em setembro.

08h11 – Dois jogadores do Sporting infetados com o novo coronavírus. Luciano Vietto e Rodrigo Battaglia contraíram o vírus nas férias em Espanha, mas estão assintomáticos.

08h05 –  Estados Unidos aprovam novo teste que utiliza saliva. Um novo teste de rastreio à Covid-19 acaba de ser aprovado pela autoridade norte-americana do medicamento, avança a CNN. Este teste, que é o quinto autorizado nos Estados Unidos, utiliza saliva como amostra para detetar a infeção.

07h56 – Grã-Bretanha encoraja grupos de risco a participarem em ensaios de vacina. A Grã-Bretanha encorajou, esta segunda-feira, as pessoas mais velhas e de grupos minoritários a assinarem um registo de ensaio clínico para impulsionar os esforços para encontrar uma vacina eficaz contra o novo coronavírus, que ofereça proteção entre as pessoas e grupos de risco, reporta a Reuters.

07h35 – China aprova patente para vacina. O Gabinete de Propriedade Intelectual do Estado Chinês aprovou a primeira patente de uma candidata a vacina contra a Covid-19, que pode “ser produzida em massa num curto período de tempo”, informou hoje a imprensa local.

A vacina, na terceira fase de testes, desenvolvida pelo Instituto Científico Militar e pela empresa biofarmacêutica chinesa CanSino Biologics, começou a ser usada no final de junho no exército chinês, depois de uma equipa liderada pelo investigador Chen Wei descobrir um anticorpo monoclonal neutralizante altamente eficiente.

07h31 – Atualização na China. O país registou, nas últimas 24 horas, 22 casos de Covid-19, todos importados, anunciou hoje a Comissão de Saúde do país.

Os casos foram diagnosticados em viajantes na cidade de Xangai (três), nas províncias de Guangdong (oito), Yunnan (quatro), Shaanxi (três), Sichan (dois), Fujian (um) e Shandong (um).

07h30 – A Venezuela voltou hoje à quarentena estrita, depois de registar, durante seis dias consecutivos, mais de 1.000 casos diários de Covid-19.

07h28 – Atualização no México. O país registou 4.448 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, um dos valores mais baixos nas últimas semanas, segundo as autoridades de Saúde mexicanas, além de 214 mortes.

07h25 – Atualização na Índia. país ultrapassou hoje as 50 mil mortes provocadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, depois de mais 900 óbitos registados nas últimas 24 horas, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde indiano.

07h20 – Nova Zelândia adia eleições. As eleições gerais na Nova Zelândia foram adiadas para 17 de outubro, quatro semanas depois da data inicialmente prevista, devido ao ressurgimento da pandemia de Covid-19 no país, anunciou hoje a primeira-ministra, Jacinda Ardern.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!