Sete membros da Comissão Eleitoral morrem numa explosão no Níger

Sete membros locais da Comissão Eleitoral Nacional Independente (CENI) do Níger morreram ontem quando uma viatura onde seguiam explodiu, após pisar uma mina na região de Tillabéri, anunciou o governador à France-Presse.

O veículo, segundo a Lusa, tinha sido alugado pelo CENI de Tillabéri para transportar funcionários, para fiscalizar a segunda volta das eleições presidenciais, que hoje se realiza.

“Recebi a informação por volta do meio-dia. Houve sete mortos quando o veículo bateu numa mina”, afirmou Tidjani Ibrahim Katiella, referindo que as vítimas são “presidentes de assembleias de voto e seus secretários”, recrutados pelo CENI.

De acordo com autoridades locais o acidente provocou ainda três feridos.

No início de Janeiro, após a primeira volta das eleições presidenciais, cem pessoas foram mortas no ataque a duas aldeias na região de Tillabéri, um dos piores massacres de civis neste país do Sahel regularmente alvo de grupos ‘jihadistas’.

O duplo ataque foi cometido por terroristas que se faziam transportar em motos, segundo as autoridades. A região de Tillabéri está em Estado de Emergência desde 2017.

Deixe seu comentário