Seis clubes autorizados a regressar aos treinos

Dos 14 clubes que disputam o Campeonato Nacional de Futebol, apenas seis apresentaram uma taxa de positividade abaixo de 10% em relação aos testes de despiste para o novo coronavírus realizados entre 11 e 13 de Fevereiro.

MAPUTO- Reunido na sua 5ª sessão ordinária, o Conselho de Ministros decidiu, terça-feira última, 16 de Fevereiro, que apenas os clubes que registaram uma taxa inferior a 10% de casos positivos do novo coronavírus seriam autorizados a regressar ao treinamento, enquanto vigora a suspensão do Moçambola2021.

Com efeito e, de acordo com uma nota da Secretaria de Estado do Desporto, através da Direcção Nacional do Desporto de Rendimento, apenas seis clubes estão permitidos a regressar ao treinamento, já a partir desta sexta-feira, 19 de Fevereiro.

São eles Desportivo de Maputo que teve apenas um caso positivo de 43 testados, o equivalente a 2%, o Costa do Sol também com um caso de 36 testes (3%), o Textáfrica de Chimoio com um caso positivo em 55 diagnósticos (2%), a Liga Desportiva de Maputo com dois casos positivos das 50 amostras recolhidas (4%), o Incomáti de Xinavane com dois de um total de 31 pessoas testadas (6%) e, por fim, o Matchedje de Mocuba com 5% de casos positivos, visto que teve dois casos positivos de 39 exames.

Os restantes oito clubes continuarão em confinamento até à realização de uma nova acção de testagem a ser conduzida a 26 de Fevereiro próximo pelo Instituto Nacional de Saúde, em coordenação com a Secretaria de Estado do Desporto.

Refira-se que a nova ronda de testagem será abrangente a todos os 14 clubes. Serão diagnosticados todos os intervenientes na prova, quer dos que acusaram positivo, quer dos que acusaram negativo na acção havida entre 11 e 12 de Fevereiro.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário