Queda de teleférico faz 14 mortos na Itália

O Ministério Público da região italiana da Verbania está a investigar as causas da queda de uma cabina de teleférico, ocorrida este domingo, em Stresa, e que fez 14 mortos. O foco da investigação será perceber por que razão o cabo de carga se partiu e o sistema de travagem de emergência não funcionou.

Há 14 vítimas mortais, das quais duas crianças. Contudo, há um sobrevivente de cinco anos no estado grave. Eitan Moshe Biran, perdeu os pais, os avós e o irmão mais novo no acidente, escreve o “Notícias ao Minuto”.

O teleférico é usado durante todo o ano para aceder ao pico, a 1,491 metros, de onde se tem uma vista panorámica de toda a zona e do lago, e, nos meses mais frios, para a prática de desportos de inverno.

O equipamento tinha sido revisto em 2016 e só há muito pouco tempo reabriu, depois de uma longa paragem devido às restrições face à pandemia da COVID-19.

O teleférico caiu numa zona de pinheiros, de uma altura de várias dezenas de metros, quando estava a cerca de 100 metros do último pilar.

 

Deixe seu comentário