Primeiro-ministro lança Campanha de Comercialização Agrícola 2020/2021

O Primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário está desde de visita à província de Gaza e procede amanhã ao lançamento da Campanha de Comercialização Agrícola 2020/2021. O lançamento vai decorrer no distrito de Chongoene, a cerca de 230 quilómetros da capital provincial, Xai-Xai.

Nos últimos anos, no início de cada campanha, “o Governo procede ao lançamento oficial da comercialização agrícola, um evento de carácter nacional de extrema importância no processo de comercialização”, lê-se num comunicado de imprensa do Gabinete de Carlos Agostinho do Rosário, que detalha que a cerimónia de lançamento “tem por objectivo exortar os produtores e intervenientes no processo de comercialização agrícola para o início da campanha de comercialização com a finalidade de garantir que todo o excedente agrícola seja absorvido pelo mercado interno e externo”.

Na última campanha de comercialização agrícola (2019/2020), o Governo previa comerciar de 14.8 milhões de toneladas de produtos diversos, o equivalente a uma subida de 6.5%, em relação à meta da campanha 2018/2019 que foi de 13.9 milhões de toneladas.

Da previsão que tinha sido feita no lançamento da última campanha de comercialização, os produtos seriam vendidos pela seguinte distribuição: 24% cereais; 8.9% leguminosas; 11.8% Hortícolas; 53% Raízes e Tubérculos e 0.84% oleaginosas.

No dia 19 de Junho de 2020, o Presidente da República, Filipe Nyusi referiu no lançamento da Campanha de Comercialização Agrícola 2019/2020 que a produção agrícola é feita fundamentalmente por três grupos sociais nomeadamente: sector empresarial, cooperativo/associativo e o sector familiar com aproximadamente 3.5 Milhões de agregados familiares.

Deixe seu comentário