Portagens na Estrada Circular de Maputo vão funcionar a partir de 2021

 Portagens na Estrada Circular de Maputo vão funcionar a partir de 2021

Quatro portagens serão instaladas na Estrada Circular de Maputo – com cerca de 70 quilómetros de extensão – e as mesmas entrarão em funcionamento a partir do segundo semestre de 2021, segundo a garantia dada pela empresa Rede Viária de Moçambique (REVIMO). Ainda não há taxas a cobrar aprovadas.

Esta segunda-feira, a província de Maputo realizou o primeiro conselho provincial de estradas, no qual participaram presidentes dos municípios, administradores distritais e gestores públicos e privados do sector rodoviário.

Na ocasião, Ângelo Lichanga, Presidente do Conselho de Administração da empresa REVIMO, concessionária da Estrada Circular de Maputo, ponte Maputo/KaTembe e as respectivas estradas de ligação, bem como a Estrada Nacional número 6 (EN6), disse que arrancaram as obras de construção das portagens em alusão.

“Já iniciaram as obras na portagem de Kumbeza e Matola-Gare. A perspectiva é no dia 05 do próximo mês [Dezembro] dar início às obras da Costa do Sol [cidade de Maputo] e Zintava [distrito de Marracuene]”, explicou o dirigente, ajuntando que o funcionamento das infra-estruturas deverá “começar entre Julho e Agosto de 2021”.

A portagem de Kumbeza estará localizada entre nas proximidades das “cinco mil casas”.  O projecto de que Ângelo Lichanga fala inclui a construção da portagem de Macaneta, que neste momento funciona em instalações improvisadas. As empreitadas das duas infra-estruturas, segundo o Presidente do Conselho de Administração da empresa REVIMO, já arrancaram.

“Em relação às tarifas” que serão cobradas para efeitos de travessia, nada está definido, uma vez que ainda decorre um trabalho de socialização.

A REVIMO informou igualmente que as obras de pavimentação da estrada que dá acesso à praia da Macaneta, no distrito de Marracuene, província de Maputo, vão arrancar próximo ano. A data para o efeito não foi avançada.

A secretária de Estado na província de Maputo, Vitória Diogo, foi quem orientou o conselho provincial de estradas e apelou à cautela no momento de decidir sobre a taxa a vigorar nas portagens em construção.

Refira-se que mais de 20 rotundas da Estrada Circular de Maputo serão requalificadas com o alargamento das faixas de rodagens e aumento das bandas sonoras.

No encontro desta segunda-feira vincou-se a necessidade urgente de aquela rodovia estar devidamente iluminada e sinalizada, o que pode contribuir para a redução de acidentes de viação, sobretudo atropelamentos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  • 0

Bonk Pedro

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!