Pelo menos nove jovens mortos em massacre na Colômbia

Pelo menos nove jovens foram mortos por desconhecidos na localidade de Nariño, na Colômbia, poucos dias depois de cinco adolescentes terem sido mortos num outro massacre em Cali, principal cidade do sudoeste do país.

Adenúncia foi feita pelo governador de NariñoJhon Rojas, que destacou nas suas redes sociais que um grupo de homens armados matou nove pessoas e fez vários feridos deixou na área rural do município de Samaniego.

O massacre foi perpetrado na aldeia de Santa Catalina onde, segundo versões não oficiais, os jovens se encontravam numa casa de campo.

O governador garantiu que a presença de grupos armados no departamento viola o Direito Internacional Humanitário (DIH) e “lança terror na comunidade”, pelo que apelou: “Não ao não derramamento de sangue em Nariño“.

O presidente colombiano, Iván Duque, condenou o massacre e garantiu que desde a manhã de hoje o exército e a polícia estão no local a investigar o caso.

“Ordenei aos generais Enrique Zapatero [Comandante do Exército] e Jorge Vargas [Diretor de Segurança Cidadã da Polícia] que se mudassem para a área. Vamos encontrar os autores deste crime”, disse.

O Exército especificou que na madrugada de domingo o Corpo de Investigação Técnica (CTI) do Ministério Público e da Polícia Judiciária transferiu os corpos do local do massacre Samaniego, onde definirão as circunstâncias do massacre.

“A força pública, num trabalho coordenado e interinstitucional, mantém operações militares para proteger a comunidade e apoiar os agentes judiciais”, acrescentou a instituição numa nota.

Em Nariño operam diversos grupos armados ilegais, desde guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional (ELN) e dissidentes das FARC a numerosos gangues dedicados ao tráfico de drogas.

O massacre perpetrado na noite de sábado em Samaniego é o segundo em menos de uma semana na Colômbia depois que cinco menores terem sido foram assassinados, na terça-feira, todos entre 14 e 15 anos, num canavial localizado atrás do bairro Llano Verde, em Cali, capital do Valle del Cauca.

O assassinato desses cinco jovens, que foram baleados e encontrados com sinais de tortura, gerou o repúdio dos colombianos que exigem justiça.

  •  
    151
    Shares
  • 151
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário