Pandemia ‘tira’ movimento às autoestradas. Quebra de tráfego foi de 25%

Apandemia gerada pela Covid-19 teve impacto na mobilidade das pessoas e, por consequência, no movimento registado nas autoestradas. Dados da Brisa, divulgados na quarta-feira, revelam uma quebra do tráfego na ordem dos 25% no ano passado.

Segundo os dados da empresa, que ontem apresentou resultados, em 2020 o tráfego médio diário (TMD) trimestral atingiu os 15.981 veículos, menos 25,2%.

A Brisa Concessão Rodoviária registou 122,9 milhões de euros de lucro em 2020, menos 39,9% do que no ano anterior.

Segundo a informação remetida à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), no ano passado, o resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) da empresa cedeu 29%, face ao período homólogo, para 369,2 milhões de euros.

Em 2020, as receitas com portagens ascenderam a 475,3 milhões de euros, abaixo dos 622,9 milhões de euros totalizados em 2019, ou seja, uma redução de 23,7%.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário