Pandemia poupa Moçambique do pagamento da dívida externa

Japão suspende o serviço da dívida de 92 milhões de meticais com Moçambique. O objectivo é ajudar o país a aliviar parte dos seus encargos financeiros causados pela pandemia da COVID-19.

Os encargos do serviço da dívida externa moçambicana estão a conhecer novo ritmo caracterizado, por um lado, pelo perdão parcial e, por outro, pela suspensão de pagamento.

E foi neste contexto que o Japão suspendeu, através de um acordo com o Governo moçambicano, o pagamento da dívida de 1,3 milhão de dólares, equivalentes a 92 milhões de meticais.

A suspensão do serviço da dívida pública moçambicana compreende o horizonte de Maio a Dezembro de 2020.

Depois da China e Bélgica, Japão torna-se o terceiro país a suspender o pagamento da dívida externa moçambicana, após o Fundo Monetário Internacional (FMI) ter apelado aos credores a suspenderem o serviço devido à COVID-19, para permitir que os devedores concentrem os seus esforços financeiros no combate e mitigação dos efeitos da pandemia.

Além da suspensão do pagamento da dívida externa, o Japão forneceu, recentemente, equipamentos para a purificação da água potável no valor de 4,7 milhões de dólares e apoio técnico à Força de Protecção Marítima, Lacustre e Fluvial orçado em 1,8 milhão de dólares para resgatar e salvar as vítimas do terrorismo em Cabo Delgado.

A cooperação bilateral entre Moçambique e Japão data de 1977 e dados de 2018 apontam que vivem, no país, 195 japoneses. Desde então, o Japão emprestou a Moçambique 70,4 mil milhões de ienes (o equivalente a 4,3 biliões de meticais), concedeu subsídios no valor de 11,3 mil milhões de ienes (correspondentes a 689,3 milhões de meticais), mais 31,12 mil milhões de ienes (1,8 biliões de meticais) em cooperação técnica.

Em termos comerciais, o Japão exporta para Moçambique cerca de 20,1 mil milhões de ienes em veículos e produtos relacionados, bem como os siderúrgicos. As importações japonesas de Moçambique totalizam um montante de 23,2 mil milhões de ienes em madeira e seus derivados, combustível mineral, sementes, frutos, entre outros.

Você pode gostar...

Deixe seu comentário