Pai mata assassino do filho e diz não se arrepender do crime

O homem que vingou a morte do filho matando o suspeito do assassinato com um tiro na cabeça afirma que não está arrependido e que está pronto para pagar o que deve à Justiça. O caso aconteceu em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba.

Levado à delegacia do município, o homem identificado como Florisvaldo da Silva segue preso e deverá ser submetido ao júri popular.

Ao falar sobre a atitude extrema de vingar a morte do filho, o pai justificou. “Aquele menino destruiu a nossa vida. Tirou a vida do meu filho, que era muito trabalhador e honesto. Todos na cidade o conhecem. Ele trabalhou durante anos na farmácia popular e agora ganhava a vida como corretor”, afirmou.

Perguntado sobre as possíveis motivações da briga que terminou na morte do filho, o homem disse não saber o porquê. “Deram 11 facadas no meu filho. Ninguém cria um filho para isso, então não estou arrependido. Queria estar morto para não ver o que eu vi”, desabafou Florisvaldo.

Preso preventivamente, o homem disse que não espera o perdão do júri popular e afirma que está pronto para pagar pelo crime que também cometeu.

  •  
    893
    Shares
  • 893
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário