Nigéria: Epidemia de febre-amarela matou 172 pessoas desde Novembro

 Nigéria: Epidemia de febre-amarela matou 172 pessoas desde Novembro

A epidemia de febre-amarela detetada em novembro na Nigéria já matou 172 pessoas, disse ontem a Organização Mundial de Saúde, alertando para uma crise humanitária no nordeste do país mais populoso da África subsaariana.

“Desde 24 de novembro, a epidemia já foi detetada em cinco estados nigerianos – Delta, Enugu, Bauchi, Benue e Ebonyi”, disse à imprensa o porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic.

De acordo com o responsável, foram registados “530 casos suspeitos, 48 dos quais foram confirmados pelos testes laboratoriais, e esses 530 casos suspeitos resultaram na morte de 172 pessoas”.

A percentagem de pessoas vacinadas contra a febre-amarela permanece baixa em muitas partes de África, embora a vacina seja quase 100% eficaz e relativamente barata, mas não há tratamento específico para a febre-amarela, que é rapidamente transmitida nas áreas urbanas por mosquitos.

Os peritos de saúde mundial já tinham alertado nos últimos meses que a pandemia da covid-19 pode causar um aumento de outras doenças por causa da interrupção dos programas de vacinação.

Em outubro, a OMS anunciou que a Nigéria estava a retomar a vacinação contra a febre-amarela e esperava vacinar 30 milhões de pessoas em breve.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Novidades

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!