Mulher está com o corpo da mãe em casa há duas semanas por falta de vaga em cemitério

Tudo que a família quer é dar um enterro digno à idosa, mas não consegue.

Há duas semanas na Itália, uma mulher está vivendo uma situação aterrorizante, pois como não há vaga no cemitério para o sepultamento de sua mãe, ela precisa manter o corpo da idosa em sua casa.

O caso vem tendo grande repercussão, inclusive em outros países e Giusy La Mantia chegou a dar entrevista para a imprensa local, contando como tem sido difícil não poder sepultar a própria mãe, já que no cemitério municipal de Palermo não há espaço.

Tudo que Giusy gostaria é de fazer um enterro digno para sua mãe, mas até o momento não conseguiu e não sabe mais o que fazer e nem a quem recorrer. Ela contou que sua mãe morreu no dia 19 do mês passado e a funerária local foi avisada imediatamente para que tomasse todas as providências.

O caixão foi preparado, o velório realizado, contudo o corpo não pôde deixar a residência porque a família foi informada que no cemitério não há mais espaço para realizar sepultamentos. Palermo é uma das maiores ilhas do mar Mediterrâneo e foi uma das regiões duramente atingida pela Covid-19.

Deixe seu comentário