Morreu DMX, rapper norte-americano

O rapper norte-americano DMX morreu esta sexta-feira, aos 50 anos de idade, no hospital White Plains, em Nova Iorque, onde estava internado há uma semana, vítima de um ataque cardíaco

Earl Simmons, nome de registo, popularizou-se no mundo artístico como DMX. Nasceu no dia 18 de Dezembro de 1970, em Mount Vernon, norte da cidade de Nova Iorque, onde perdeu a vida.

A família é citada pela imprensa internacional a dizer: “estamos profundamente tristes em anunciar, hoje, que o nosso ente querido DMX, nome de nascimento Earl Simmons, morreu aos 50 anos no hospital White Plains, com a família ao seu lado, depois de ter passado os últimos dias ligado a um aparelho de suporte básico de vida”.

Filho de pais adolescentes, DMX viveu uma infância atribulada e esteve preso durante a adolescência. Depois de sair da prisão, assinou o seu primeiro contracto discográfico, em 1992, com a Ruff House, uma afiliada da Columbia, editora de, entre outros, Cypress Hill e The Fugees.

Em 1998, o rapper editou o álbum de estreia, “It’s Dark and Hell is Hot”, pela Def Jam.

No mesmo ano, DMX chegava “Flesh of My Flesh, Blood of my Blood” e um ano depois “…And Then There Was X’.

Os três albuns chegaram a número um na lista de discos mais vendidos nos Estados Unidos.

Deixe seu comentário