Moçambique vacinou 323 mil pessoas contra a COVID-19

Pelo menos 323 mil pessoas da população elegível foram vacinadas contra a COVID-19, cerca de 1 por cento do total, no país. A informação foi partilhada, este sábado, pelo ministro da Saúde, Armindo Tiago.

O Plano Nacional de Vacinação prevê que o país deve imunizar 16 milhões de pessoas contra a pandemia do novo Coronavírus. Entretanto, de Março de 2021 a esta parte, apenas 323, 297 mil pessoas foram imunizadas contra o novo Coronavírus.

Para Armindo Tiago, estes números estão aquém do desejável, um cenário que se verifica um pouco por todo o continente africano.

“Estes números estão, ainda, longe das nossas espectativas e demonstram que, há um longo caminho pela frente, que é alcançar as metas de protecção da nossa população”, disse Armindo Tiago.

Falando durante a reunião ministerial do Conselho de Paz e Segurança da União Africana, Armindo Tiago considera urgente a produção interna da vacina para reverter o actual cenário.

“Expressamos, assim, a necessidade de reforço do processo de mobilização de recursos para o início da produção da vacina no nosso continente”, determinou o ministro da Saúde.

Durante o encontro virtual, o titular da pasta da Saúde observou, ainda, que o fraco processo de vacinação em Africa é, também, provocado pela pouca solidariedade para com os países africanos.

Decorrida virtualmente, a sessão teve como tema, Acesso do Continente às Vacinas contra a COVID-19: Desafios para Segurança Humana em África.

Deixe seu comentário