MISAU prevê receber mais de 2.6 milhões de lotes de vacinas contra COVID-19

Mesmo sem avançar os fornecedores, Benigna Matsinhe, Directora Nacional Adjunta de Saúde Pública, falou, esta segunda-feira, de aquisição de novos lotes de vacinas para fazer face à pandemia no país.

“Em princípio, se tudo correr bem e se não houver atrasos neste processo, temos para o mês de Maio, a promessa de chegarem ao país cerca de 2.6. milhões de doses. Gradualmente, iremos, ao longo do ano, várias tranches, em que iremos receber mais doses, primeiro para cobrir cerca de 20% da população e, depois, temos mais vacinas que iremos adquirir para chegarmos aos 16 milhões, como o previsto.”

Durante a habitual conferência de imprensa de actualização de dados sobre a doença, Matsinhe avançou que o MISAU já recebeu solicitações de empresas privadas para importação de vacinas, estando, o processo, na sua fase inicial.

“Ainda não importamos, mas estamos a trabalhar com o sector privado. Já recebemos solicitações de várias empresas privadas que manifestaram interesse em adquirir as vacinas”, explicou, sem mais detalhes.

Benigna Matsinhe avançou, igualmente, que, neste momento, as autoridades de Saúde se desdobram para elaboração de memorandos de entendimento com o sector privado para dar seguimento à importação de vacinas.

Deixe seu comentário