Mambas procuram chegar ao mundial em quatro meses

Está já divulgado o calendário de todos os jogos da fase de grupos de qualificação ao mundial do Qatar, em 2022. Todos os jogos terão lugar ainda este ano, de Junho a Outubro, para que, durante o próximo ano, as selecções africanas estejam a competir apenas para a qualificação ao CAN da Costa do Marfim, em 2023.

Assim, os Mambas já sabem que terão uma maratona de seis jogos em quatro meses para procurar um lugar na fase final do Campeonato do Mundo, uma qualificação que seria inédita e histórica para o país.

De acordo com o calendário divulgado, a saga inicia em Junho, com dois jogos – diante da Costa do Marfim, na primeira jornada, entre 5 e 8 de Junho, no Estádio Nacional do Zimpeto, seguindo-se a segunda jornada entre 11 e 14 de Junho frente ao Malawi, em Lilongwé.

Em Julho e Agosto, não haverá jogos de qualificação ao Mundial e os Mambas estarão de repouso, mas vão regressar em Setembro para defrontar, na jornada dupla, os Camarões, primeiro em Doualá, entre 1 e 4 e, mais tarde, em Maputo, entre 5 e 7 de Setembro.

A qualificação ao mundial do Qatar só termina com a jornada dupla de Outubro, sendo que, primeiro, os Mambas vão a Abidjan, entre 6 e 9 para defrontar a Costa do Marfim, para a quinta jornada, fechando as contas no Estádio Nacional do Zimpeto, entre 10 e 12 de Outubro, diante do Malawi.

MAMBAS ÚNICOS FORA DO CAN

Das selecções que fazem parte do grupo dos Mambas na disputa por um lugar no mundial do Qatar, a selecção nacional é a única que não vai disputar o Campeonato Africano das Nações, que terá lugar em Janeiro e Fevereiro de 2022, nomeadamente, Costa do Marfim, Camarões e Malawi.

Os “leões indomáveis” são os anfitriões do CAN e, automaticamente, estavam qualificados, pese embora tenham disputado a fase de qualificação, inseridos com os Mambas. Aliás, nos dois embates entre Moçambique e Camarões, os “leões indomáveis” levaram a melhor com vitórias, tanto em Doualá, por 4-1, e em Maputo, por 0-2.

A Costa do Marfim e o Malawi qualificaram-se nos respectivos grupos. Os “elefantes” venceram o grupo K, com 13 pontos, frutos de quatro vitórias, um empate e uma derrota, enquanto as “chamas”, alcunha do Malawi, terminaram em segundo no grupo B, com 10 pontos, frutos de três vitórias, um empate e duas derrotas.

Ao nível do ranking da FIFA, Moçambique é a selecção pior posicionada, estando na 117ª posição. Malawi é a selecção próxima dos Mambas, já que está na 115ª posição, com mais 0.84 pontos do que Moçambique.

Já os Camarões são a selecção mais bem posicionada do grupo, ocupando a 55ª posição, enquanto Costa do Marfim está na 59ª posição, no ranking actualizado a 07 de Abril passado.

Deixe seu comentário