Mali: Forças Armadas derrubam Governo do país

O presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keïta, e o primeiro-ministro, Boubou Cissé, foram escoltados por soldados das Forças Armadas que levaram a cabo um golpe de Estado no país.

Depois do golpe, o presidente fez uma declaração na televisão pública renunciando ao cargo e dizendo que não pretende um derramamento de sangue para se manter no poder.

“Gostaria, neste preciso momento, de agradecer ao povo do Mali pelo apoio ao longo destes longos anos e pelo carinho. Gostaria de comunicar a minha decisão de deixar todas as funções a partir deste momento”, informou Ibrahim Boubacar Keita, Ex-Presidente do Mali.

Tudo aconteceu após um tumulto na base militar de Kati, a 15 Km da capital, Bamako. Um protesto salarial transformou-se numa investida para derrubar o governo, depois de meses de protestos. Os soldados que assumiram o poder anunciam a criação de uma “Comissão Nacional para a Salvação do Povo”.

Keïta venceu um segundo mandato nas eleições de 2018, mas tem enfrentado a revolta popular contra a corrupção, má gestão da economia e o aumento da violência. A notícia da saída do presidente foi muito bem recebida pelos manifestantes contra o governo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário