Jornalista Tom Bowker expulso e banido de Moçambique

O jornalista britânico Tom Bowker, também editor do portal Zitamar News, abandonou Moçambique esta terça-feira (16.02), depois de um despacho assinado pelo ministro do Interior, Amade Miquidade, ter ditado a sua expulsão.

Bowker, a mulher e os dois filhos do casal deixaram Maputo com destino a Londres, depois de terem sido levados ao Aeroporto Internacional de Maputo por dois agentes do Serviço Nacional de Migração (SENAMI). Com uma foto do aeroporto, publicada no Twitter, o jornalista condenou a decisão, descrita pela sua equipa de defesa como “absolutamente ilegal”.

“Pronto, é isto, então! Expulso de Moçambique e banido por 10 anos. Uma medida com motivações políticas, sem fundamento legal. Obrigado a todos os que nos ajudaram a combatê-la e que tornaram os últimos seis anos tão maravilhosos. Até”, escreveu.

Em causa estará a falta de documentos, pedidos ao jornalista, que provem a existência do órgão Zitamar, escrito em inglês, que acompanha a atualidade moçambicana, em especial na área económica, e que no último ano ganhou notoriedade pela cobertura da insurgência armada em Cabo Delgado, norte do país.

O Gabinete de Informação (GABINFO), já tinha retirado anteriormente o cartão de jornalista a Tom Bowker, alegadamente pelos mesmos motivos.

Antes da partida, no aeroporto de Maputo, Bowker garantiu aos jornalistas que vai tentar, por vias legais, alterar a decisão de expulsão de Moçambique.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário