Governo e parceiros sociais discutem hoje prioridades da presidência

OGoverno convocou as confederações sindicais e patronais para uma reunião de concertação social agendada para esta quarta-feira, para discutir as prioridades da presidência portuguesa da União Europeia relativas ao emprego e assuntos sociais.

De acordo com a convocatória enviada aos parceiros sociais pelo Conselho Económico e Social, a pedido do gabinete da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, em análise estarão as “Prioridades da Presidência Portuguesa do Conselho 2021 na área do emprego e assuntos sociais”.

Da ordem de trabalhos consta também, como tem sido habitual, o “acompanhamento do ponto de situação da pandemia” da covid-19 e outros assuntos.

Deverá ser apresentada aos parceiros sociais a proposta do Governo para alargar o apoio aos pais, por causa do fecho das escolas, antecipando-se à possibilidade de uma coligação negativa no Parlamento.

Os pais com filhos até ao 4.º ano vão poder trocar o teletrabalho pelo apoio a propósito do fecho das escolas e os que alternem o apoio dado aos filhos em casa vão poder receber os seus salários a 100%, de acordo com o Jornal de Negócios e com o Público.

A reunião da Comissão Permanente de Concertação Social (CPCS) decorre durante a manhã por videoconferência por motivos de segurança sanitária.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário