FDS resgatam crianças e mulheres raptadas na Ilha de Matemo

As Forças de Defesa e Segurança (FDS) apresentaram, esta quarta-feira, um grupo de 21 pessoas que haviam sido raptadas pelos terroristas, durante um ataque levado a cabo pelos insurgentes à Ilha de Matemo, no Arquipélago das Quirimbas, no passado dia 06 de Janeiro.

Segundo o Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael, das vítimas, 15 são mulheres e seis são crianças, tendo sido resgatados no distrito de Macomia, para onde foram transportados.

Maisha Ambasse, uma das mulheres resgatadas, conta o que aconteceu: “eram cerca de 30 terroristas, que nos levaram de Matemo para Olumboa e, quando chegamos lá, eles disseram que nos haviam de levar a Mocímboa [da Praia] para estudar madrassa. E no dia seguinte ao da vinda do avião, era para irmos a Mocímboa. Agora, estamos agradecidos por termos sido salvos pelo helicóptero, porque a esta hora estaríamos em Mocímboa”.

O Comandante-Geral da PRM revela que as FDS souberam onde estavam os terroristas. “Houve um ataque, mas um ataque inteligente. Fizemos isolar aquelas nossas irmãs, nossas tias que estavam reféns dos terroristas. Acompanhamos com os meios aéreos até a uma distância de 5 Km e demos direcção para Macomia e fomos controlando, através dos meios aéreos até eles chegarem a Macomia e as levamos para cá e terão de regressar para a sua comunidade, que é Matemo, que neste momento está livre de ataques dos terroristas”, garantiu Bernardino Rafael.

Fonte: (Carta de Moçambique)

  •  
    56
    Shares
  • 56
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!