FDS acusadas novamente de matarem cidadãos indefesos em Macomia

A vida não está fácil para os membros das Forças de Defesa e Segurança (FDS), que se encontram no teatro operacional norte.

Para além de enfrentar a fúria de um grupo que ainda teima em criar terror e semear luto na província de Cabo Delgado, as FDS enfrentam a contestação popular, sendo acusadas, constantemente, de raptar e assassinar cidadãos indefesos, que os acusa de pertencer e/ou cooperar com o grupo terrorista.

Relatos que chegam de Macomia dão conta de que elementos da Unidade de Intervenção Rápida (UIR), uma das unidades da Polícia da República de Moçambique (PRM), detiveram, no último sábado, um jovem residente no bairro central, na vila-sede de Macomia, tendo sido encontrado morto no dia seguinte, numa mata próxima à Estrada Nacional nº 380.

Já no domingo, outro cidadão foi ameaçado de morte por um elemento das FDS, em plena luz do dia, quando regressava à casa. 

Fonte: (Carta de Moçambique)

  •  
    370
    Shares
  • 370
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!