Europa tem 10 mil milhões para fomentar investimentos verdes em África

O ministro de Estado e Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, disse, hoje, que dos 30 mil milhões de euros de financiamento ao abrigo do novo orçamento comunitário, cerca de 30% estão destinados a investimentos com objectivos relacionados com o clima.

“ A União Europeia acabou de aprovar o novo instrumento para o desenvolvimento regional e cooperação internacional, com uma alocação de 30 mil milhões de dólares para a África subsaariana, que tem 30% como meta de despesa para investimentos com objectivos de natureza climatérica”, disse Augusto Santos Silva, citado pelo Notícias ao Minuto.

O ministro falava no encerramento do Fórum Empresarial Europa-África, que terminou hoje com uma ‘Green Talk’ de alto nível sobre “Acelerar a Parceria UE-África para a Transição da Energia Verde”, organizada pela presidência portuguesa da União Europeia.

“A próxima cimeira entre a União Europeia e a União Africana é o momento perfeito para a consolidação da parceria sobre eixos semelhantes, e a transição verde estará na nossa agenda, com o nosso empenho, quer através dos países individualmente, quer através da presidência da União Europeia, para que esta abordagem seja frutuosa e mutuamente vantajosa”, acrescentou o governante.

Deixe seu comentário