ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA DESIGNAM INSURGENTES QUE ACTUAM EM CABO DELGADO DE ORGANIZAÇÃO TERRORISTA INTERNACIONAL

Os Estados Unidos da América designaram ISIS-Moçambique, a organização terrorista que desde 2017 tem promovido ataques armados, na Província de Cabo Delgado e apontam Abu Yasir Hassan, como o líder.

Os insurgentes que actuam em Cabo Delgado passam a ser considerados pelos Estados Unidos da América como Organização Terrorista Internacional. Isto significa que, todas as propriedades e interesses em propriedades sujeitas à jurisdição norte-americana “são bloqueadas”, indica o comunicado do Departamento do Estado norte-americano.

Por outro lado, cidadãos norte-americanos ficam proibidos de se envolver em quaisquer transacções com os designados e instituições financeiras estrangeiras que façam transacções em nome dos grupos ou indivíduos “podem estar sujeitas a sanções à respectiva conta nos Estados Unidos ou sanções a ordens de pagamento”, acrescenta o documento.

Uma das maiores preocupações de Moçambique que nos últimos dias tem estado a encurralar os insurgentes está ligada ao financiamento ao grupo.

Neste aspecto, os EUA endurecem também as medidas e indicam: “É crime fornecer conscientemente apoio material ou recursos ao ISIS-Moçambique, ou tentar ou conspirar fazê-lo”.

 

 

Você pode gostar...

Deixe seu comentário