Esperança Bias apela ao desarmamento da Junta Militar da Renamo

 

A situação político-militar nas regiões centro e norte do país dominaram ontem os discursos de abertura da II Sessão Ordinária da IX Legislatura na Assembleia da República. A Presidente do parlamento levou um discurso conciliar e chamou à razão ao grupo da Junta Militar da Renamo

Numa sessão solene que contou com a presença de membros do Governo, chefiados pelo Primero Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, a Presidente da Assembleia da República, Esperança Bias, analisou, no seu discurso de ocasião, a situação vivida pelas populações em algumas regiões do centro e norte do país.

Na zona centro, Bias expressou preocupação com as acções de instabilidade imputadas à Junta Militar da Renamo liderada por Mariano Nhongo, e deixou um apelo ao grupo.

“Instamos a auto-proclamada Junta Militar da Renamo a parar com as atrocidades que vêm perpetrando nas províncias de Sofala e Manica” disse.

  •  
    154
    Shares
  • 154
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário