Em atualização Trump hospitalizado a um mês das eleições presidenciais — o que é que já se sabe

Donald Trump revelou esta sexta-feira estar infetado com a Covid-19. No mesmo dia foi internado no Hospital Militar Walter Reed, nos subúrbios de Washington. A um mês das eleições — os norte-americanos vão às urnas no dia 3 de novembro —, o que já se sabe sobre o estado de saúde e a agenda do presidente dos Estados Unidos.
  • Trump foi transportado na tarde de sexta-feira (horário local) para o Hospital Militar Walter Reed, nos subúrbios de Washington, por precaução.
  • A hospitalização é por precaução e Donald Trump ficará na suíte presidencial do hospital, que está equipada para permitir que o Presidente mantenha as suas funções oficiais.
  • Uma porta-voz da sua administração já sublinhou que Trump não vai transferir o poder para o vice-presidente Mike Pence. “O presidente continua no comando”, revelou a fonte à NBC News.
  • Ao final da manhã (meio da tarde em Portugal) de sexta-feira, o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse que o Presidente mostrava “sintomas ligeiros” de covid-19, com sinais idênticos aos de uma gripe, mas sem especificar quais. Melania Trump usou a sua conta pessoal na rede social Twitter para também anunciar que sente “sintomas ligeiros”, mas que, em geral se está a “sentir bem”.

  • Além de Melania e do presidente, estão ainda infetadas vários nomes do núcleo de pessoas próximas de Trump: o senador republicano Mike Lee, a antiga conselheira Kellyanne Conway e o gestor da campanha às presidenciais de Trump, Bill Stepien.
    • Tanto o candidato presidencial democrata Joe Biden como a sua vice Kamala Harris tiveram teste negativo, segundo a sua campanha.
    • O vice-presidente Mike Pence também testou negativo para o vírus na sexta-feira de manhã e “continua de boa saúde”.
    • A infeção de Trump aumentou a incerteza em relação às eleições presidenciais, marcadas para 3 de novembro, arrastando os mercados internacionais para terreno negativo.
    • O que ainda falta saber: Como será a campanha a partir de agora? A equipa de campanha do candidato republicano quando já veio dizer que as ações de campanha programadas vão ser mantidas de forma virtual ou adiadas. Relativamente aos debates entre Trump e Biden, o próximo, agendado para o próximo dia 15 de outubro em Miami, no estado da Florida, pode estar em risco.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!