CYRIL RAMAPHOSA MANDA DESCONTAR O SALÁRIO DA MINISTRA DA DEFESA POR 3 MESES

Segundo escreve o Jornal Visão online, a governante foi autorizada pelo Presidente para deslocar-se ao Zimbawe no passado dia 8 de Setembro, a fim de tratar questões de interesse bilateral com a homóloga do Zimbabwe, Oppah Kashiri, no âmbito da última cimeira da SADC.

Mapisa-Nqakula, entretanto, por iniciativa própria permitiu a delegação do Congresso Nacional Africano (ANC- sigla em inglês), partido que suporta o governo sul-africano, partilhar o avião para uma reunião partidária em Harare, capital zimbabweana.

No âmbito da boa governação, o Chefe de Estado ressalta na nota oficial que “foi um erro grave da ministra da defesa usar a aeronave para transportar delegação de um partido político”.

O ANGOP citado pelo jornal visão diz que o Cyril Ramaphosa depois de ter recebido por escrito o relatório de viagem com às explicações da ministra Nosiviwe Mapisa-Nqakula determinou que sejam descontados três salários, a partir do dia 1 de Novembro próximo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!