COVID-19: Índia com mais casos e mortes desde novembro

A Índia registou, nas últimas 24 horas, um recorde de infeçcões e mortes pelo novo Coronavírus. Foram 126.789 casos e 685 óbitos, o número mais alto desde Novembro.

A Índia tem mais de 12 milhões e 800 mil pessoas com Coronavírus, das quais acima de 11 milhões recuperadas e mais de 166 mil mortos.

O estado ocidental de Maharashtra, o mais atingido no país, foi responsável por quase 47% das novas infecções.

A informação sobre a nova alta de infecções e óbitos, devido ao novo Coronavírus, foi avançada esta quinta-feira, dia em que o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, recebeu a sua segunda dose de vacinação.

O governante instou os outros a seguirem o exemplo, afirmando que a vacinação está entre as poucas formas que a índia tem de derrotar o vírus.

Por conta do aumento de contaminações pela COVID-19, dezenas de cidades e vilas estão a impor o recolher obrigatório nocturno, à semelhança do que acontece em Moçambique e noutros países, para tentar conter o surto.

Contudo, o Governo federal recusou-se a impor um segundo confinamento a nível nacional por recear prejudicar a economia.

A Índia iniciou a campanha de vacinação em Janeiro deste ano, tendo imunizado, até agora, mais de 90 milhões de profissionais de saúde e pessoas com mais de 45 anos de idade, com a primeira dose.

Deste universo populacional, apenas 11 milhões receberam ambas as doses, enquanto a Índia tenta construir uma imunidade para proteger cerca de um bilião e quatrocentos milhões de habitantes.

Você pode gostar...

Deixe seu comentário