COVID-19: Falta de doses atrasa vacinação no Brasil

Autoridades no Rio de Janeiro, cidade que mais casos de morte regista, alertaram que só tinham doses suficientes para vacinar “até sábado”. “Esperamos a chegada de novas doses na próxima semana. Se não for o caso, a vacinação será interrompida”, alertou governo local em nota.

Em duas cidades da periferia do Rio de Janeiro, São Gonçalo e Niterói, a vacinação já teve de ser suspensa por vários dias nesta semana por falta de vacinas. O mesmo aconteceu em Salvador, capital da Bahia, que interrompeu a vacinação dos profissionais de saúde e atrasou o processo para as pessoas de 80 a 84 anos, que deve começar para a semana.

Em São Paulo, as autoridades de saúde também tiveram de adiar o início da vacinação dessa faixa etária, para 01 de Março.
“As datas foram definidas de acordo com a quantidade de vacinas disponíveis. E não é suficiente”, disse Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde de São Paulo, citado pelo Observador, nesta sexta-feira.

Segundo autoridades de saúde, até o momento, quase 12 milhões de doses, vacinas dos laboratórios chinês Sinovac e anglo-sueco AstraZeneca, foram distribuídas para todos os estados do Brasil e mais de 4,5 milhões de pessoas já receberam a primeira dose. Mas, de acordo com o jornal O Globo, 70% dos imunizantes restantes estão reservados para garantir a segunda dose.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário