Costa felicita 50 anos da CGTP e lembra proposta de condecoração

A CGTP comemora hoje 50 anos, numa altura em que conseguiu aumentar o número total de associados. Costa diz que a “história do movimento sindical e do diálogo social em Portugal, confundem-se com a história” da central sindical.

Oprimeiro-ministro, António Costa, assinalou, esta quinta-feira, a celebração dos 50 anos da CGTP, lembrando que sugeriu ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a condecoração da central sindical pelos “serviços prestados ao país”.

“Assinala-se hoje o 50.º aniversário da CGTP. Com a atual pandemia é fundamental a participação de todos na construção de respostas que defendam os postos de trabalho e os trabalhadores, protegendo o rendimento das famílias e a dignidade do trabalho“, escreveu o primeiro-ministro, na rede social Twitter.

O primeiro-ministro considera ainda que a “história do movimento sindical e do diálogo social em Portugal, confundem-se com a história” da CGTP.

CGTP comemora hoje 50 anos, numa altura em que conseguiu aumentar o número total de associados, tendo pugnado, durante a sua história, pela redução do horário de trabalho, valorização salarial e do emprego e os direitos sociais.

De acordo com dados facultados agora à agência Lusa, a central sindical tem atualmente 556.363 sindicalizados, quando no XIII congresso, há quatro anos, tinha 550.500 sócios.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou-se disponível para condecorar o ex-secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos, como propõe o primeiro-ministro, se este aceitar, ou a confederação sindical.

  •  
    1
    Share
  • 1
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!