Conselho Municipal de Pemba contrai dívida de 60 milhões de meticais sem autorização da Assembleia

O valor foi solicitado no mandato passado, pelo então Presidente daquele autarquia, Tagir Carimo, no valor de 60 milhões de meticais.

O actual Presidente do Município, Florete Motarua, confirmou a dívida aos órgãos de comunicação, conforme reporta a TV Sucesso.

“O Conselho Municipal contraiu dívidas e uma das dívidas não foi avalizada pela Assembleia Municipal. O município pediu ao BIM 120 milhões e depois foi também ao Banco Único pedir 60milhões. No banco BIM o investimento é legal e foi avalizado pela Assembleia Municipal e a do Banco Único Não”, confirmou o edil de Pemba, garantindo que a dívida poderá ser saldada entre dois e três anos.

Assim, o Executivo municipal tenta legalizar a dívida não avalizada.

Um dos membros da Renamo na Assembleia Municipal considerou o acto como abuso de poder, por parte do antigo edil. “Quando um Governo municipal contrai uma dívida duma forma clandestina (…) sem consultar a Assembleia Municipal, no caso de Pemba, isto não passa de uma brincadeira e abuso do poder”, disse.

Deixe seu comentário