CINCO ANOS SEM ENTRAR NA ÁFRICA DO SUL PARA QUEM FALSIFICAR TESTE DE COVID-19

Esta é a fórmula que a África do Sul se propõe a colocar em marcha na reabertura das fronteiras agendada para amanhã, 15 de Fevereiro.

A decisão foi anunciada pelo Ministro sul-africano do Interior, Aaron Motsoaledi. O Governante lançou um vigoroso apelo para que qualquer pessoa que queira entrar África do Sul tenha um resultado negativo de Covid-19 e todos os documentos de viagem necessários.

A África do Sul que surpreendeu várias pessoas, no ano passado com testes falsos, incluindo moçambicanos, pretende abrir suas fronteiras com uma série de novos protocolos.

Algumas das iniciativas incluem a implantação de profissionais de saúde adicionais, sistemas de bilheteira para testes da Covid e limites de fila para se evitar congestionamentos similares aos que foram experimentados em Dezembro e Janeiro.

Nas últimas quatro semanas, aquele país aumentou a interacção com funcionários de países vizinhos e outras partes interessadas para que a retoma corra da melhor forma.

  •  
    496
    Shares
  • 496
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário