Chelsea refuta insultos de Tuchel e denuncia “truques sujos” do FC Porto

Blues ficaram “chocados” com a sequência de episódios registados ao longo dos 90 minutos da segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

OChelsea desmente, taxativamente, que Thomas Tuchel tenha dirigido qualquer tipo de insulto a Sérgio Conceição após o apito final da segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, na qual o FC Porto venceu, por 1-0, mas foi eliminado da competição.

O jornal britânico The Telegraph cita, esta quarta-feira, uma porta-voz do emblema londrino, que classifica de “disparate” as insinuações levadas a cabo pelo treinador dos dragões, contrapondo com uma sequência de episódios registados ao longo dos 90 minutos.

Os campeões portugueses são acusados de chamar “filhos da p***” aos jogadores e elementos da equipa técnica dos blues, “naquele que foi um dos piores comportamentos que oficiais e funcionários de há largos anos se conseguem recordar num jogo na Europa ou em Inglaterra”.

A publicação alega que membros do FC Porto “tentaram provocar o clube ingleses em qualquer oportunidade” durante a partida”, tendo “Tuchel, a sua equipa técnica e substitutos do Chelsea sido alvo de abuso verbal”. Um comportamento que, no entanto, não terá ficado por aqui.

“Elementos do Chelsea nas bancadas do estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha, foram confrontados, ao passo que jogadores e staff a quem jogadores do FC Porto pediram camisolas após o final do jogo receberam abuso verbal quando pediram para esperar para fazer qualquer tipo de troca quando todos estivessem no túnel”, pode ler-se.

Sérgio Conceição e a respetiva equipa técnica são, ainda, acusados de levar a cabo “truques sujos” e de “tentar colocar pressão nos árbitros”. No entanto, completa a publicação, o Chelsea não equaciona apresentar qualquer tipo de queixa junto da UEFA.

Deixe seu comentário