Bebé iraquiano nasce com três pénis

O bebé iraquiano surpreendeu a comunidade médico-científica internacional ao nascer com três pénis. Este é o primeiro caso no mundo de ‘triphallia’.

“Até onde sabemos, este é o primeiro caso relatado com três pénis ou ‘triphallia’”, escreveu o médico Shakir Saleem Jabali, num artigo publicado no International Journal of Surgery Case Reports.

O menino, que nasceu na cidade iraquiana de Duhok, foi levado ao hospital pelos pais quanto tinha três meses devido a um inchaço no escroto.

Quando o analisaram, os médicos perceberam que o bebé tinha dois pénis extra – um membro de 2 centímetros perto do pénis principal e outro membro de um centímetro junto da bolsa testicular.

A anomalia, defendem os especialistas, não era expectável porque a criança não foi exposta a drogas durante a gestação e não tinha historial de anomalias genéticas.

Como os dois pénis extra não tinham uretra – onde passa a urina -, os médicos decidiram removê-los cirurgicamente. A cirurgia foi um sucesso e, um ano depois, a criança acabou por ter alta clínica.

Até à data apenas eram conhecidos casos de ‘diphallia’, uma condição em que uma criança nasce com dois pénis e que afeta um em cada seis milhões de meninos.

A condição foi relatada pela primeira vez em 1609, pelo médico suíço Johannes Jacob Wecker, quando este analisou um cadáver. Até então, foram reportados mil casos de ‘diphallia’.

Você pode gostar...

Deixe seu comentário