Autoridades de Timor-Leste procuram 36 desaparecidos em cheias

As autoridades timorenses estão envolvidas em operações de busca em vários pontos do país para encontrarem 36 pessoas dadas como desaparecidas desde as cheias de domingo, que causaram pelo menos 34 mortos.

Fonte da Proteção Civil disse à agência Lusa que há 20 pessoas desaparecidas em Díli, 10 em Ainaro, cinco em Manatuto e uma em Aileu.

Elementos da Unidade de Polícia Marítima e das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL) “vão ser chamadas a apoiar” as operações, explicou a mesma fonte.

O número de deslocados continua igualmente a crescer em vários pontos do país, com destaque no caso de Díli para a população de Tasi Tolu, cujo número de deslocados tem vindo a aumentar progressivamente nas montanhas que rodeiam as lagoas, que dão nome à zona.

A estimativa mais recente é de que o número de deslocados, só em Díli, ultrapassa já os 10 mil, encontrando-se em vários locais de acolhimento temporário, onde continuam a ser fornecidos apoios alimentares e outros de emergência.

Você pode gostar...

Deixe seu comentário