ANTIGO DIRECTOR PROVINCIAL DE EDUCAÇÃO DA ZAMBÉZIA CONDENADO A 4 ANOS DE PRISÃO

 

O Tribunal Provincial da Zambézia condenou, esta quarta-feira, o antigo director provincial de Educação e Desenvolvimento Humano, Armindo Primeiro, a pena de quatro anos de prisão e sete meses de multa por desvio de três milhões de meticais do erário público.
O valor destinava-se a reabilitação da Casa de Cultura de Chinde, sul da Zambézia.
Igualmente foram condenados Paulo Muiambo, antigo coordenador de Construções Aceleradas na Direcção provincial de Educação e Desenvolvimento Humano, a pena de dois anos de prisão, Faustino Amimo, antigo director-adjunto, agora assessor no Conselho de Representação, a seis meses de prisão convertida em multa. (RM)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!