Angola celebra 19 anos de Paz e Reconciliação Nacional

Angola celebrou este domingo, 04 de Abril, o Dia da Paz e Reconciliação Nacional.

A 04 de Abril de 2002 o Governo de Angola e o maior partido da oposição a União Nacional para a Independência Total de Angola, UNITA, colocaram fim a 27 anos de guerra, com a assinatura dos acordos de paz e de reconciliação nacional.

Segundo a Euronews, este ano, a cerimónia central teve lugar na província de Cabinda e foi orientada pelo Vice-presidente da República de Angola, Bornito de Sousa.

Durante a sua intervenção, o Vice-presidente de Angola disse que depois da independência Nacional conquistada a 11 de Novembro de 1975, a paz é a maior conquista do povo angolano.

Bornito de Sousa fez, igualmente, referência aos longos anos de destruição de vidas e infraestruturas económicas e sociais, e considerou que foram desviados milhares de jovens da promoção da construção e desenvolvimento de Angola.

Em Luanda várias figuras ligadas ao governo central e corpo diplomático presenciaram o hastear da Bandeira, e a deposição de uma coroa de flores no Monumento do Soldado Desconhecido, localizado na marginal de Luanda.

A assinatura do Acordo de Paz, de 04 de Abril de 2002, foi antecedida por várias negociações, entre elas o acordo de Bicesse assinado em Portugal a 31 de Maio de 1991, e o protocolo de Lusaka assinado a 20 de Novembro de 1994.

Deixe seu comentário