AGOSTINHO VUMA DIZ-SE RECUPERADO E PRONTO PARA UM SEGUNDO MANDATO NA CTA

O Presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), Agostinho Vuma, repudia com veemência o atentado de que foi vítima.

Por outro lado, Vuma aguarda com paciência o esclarecimento das autoridades quase três meses do crime.

Em relação ao nome Salimo supostamente pronunciado durante o baleamento, Vuma diz que ficou inconsciente e só chegou ao ICOR conduzido pelo seu canalizador.

Apesar do incidente Vuma anunciou que vai recandidatar-se à presidência da CTA, que tem eleições marcadas para Dezembro próximo.

  •  
    144
    Shares
  • 144
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!