30 anos da reunificação da Alemanha. Merkel aplaude a “coragem” que permitiu uma “revolução pacífica”

A chanceler alemã, Angela Merkel, saudou hoje, dia em que se cumpre o trigésimo aniversário da unidade alemã, a “coragem” de todos os que, de ambos os lados do muro de Berlim, contribuíram para a reunificação.

Numa declaração , a chanceler recordou a “revolução pacífica” na República Democrática Alemã (RDA) e aqueles que no Ocidente ajudaram a levar a cabo o processo de reunificação.

“Foi necessária muita coragem para chegar até aqui. As pessoas na RDA que saíram para a rua e encorajaram a revolução pacífica, mas também a coragem dos que na antiga República Federal Alemã (RFA) partiram para a unidade alemã”, disse.

Neste dia, quero agradecer a todos os cidadãos que contribuíram para que a unidade alemã fosse uma realidade”, acrescentou.

Recordou ainda os “parceiros no mundo” que “confiaram na Alemanha”, numa referência a Moscovo, Paris, Londres e Washington, que não levantaram obstáculos à reunificação.

“Muita coisa aconteceu desde então. Sabemos que hoje é necessário voltarmos a ser corajosos. Corajosos para percorrer novos caminhos por causa da pandemia. Corajosos para superar realmente as diferenças que persistem entre o oriente e o ocidente. Mas também corajosos para trabalhar para a coesão de toda a nossa sociedade”, argumentou a chanceler.

Na opinião de Angela Merkel, “trinta anos depois da reunificação, o mundo não é necessariamente mais pacífico, por isso é preciso ‘coragem’ novamente para avançar pelo caminho da paz.

“Espero que continuemos corajosos para avançar por novos caminhos, para que aqueles que vêm até nós, os jovens, as crianças, tenham uma boa vida”, concluiu.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você pode gostar...

Deixe seu comentário

error: O conteúdo está protegido !!